22 novembro, 2008

Souto Moura - Torre de Burgos e Quinta Avenida

Os projectos que se seguem são da autoria do Arquitecto Souto Moura e localizam-se na cidade do Porto.

Este conjunto edificado localiza-se na Avenida da Boavista, a maior avenida em linha recta de Portugal, que se estende desde a Rotunda da Boavista, onde se situa a “Casa da Música” até à marginal junto à costa. Urbanisticamente o projecto desenvolve-se em torno de uma pequena praça orientada a Norte, mas paralela à Avenida, e pontuado por dois edifícios, um horizontal com um programa misto de comércio e escritórios, e um vertical, a Torre de Burgos, especificamente para albergar escritórios. No centro da praça encontra-se uma escultura do arquitecto /escultor Nadir Afonso. Os edifícios foram desenhados em linhas simples e muito puristas, numa lógica funcionalista, na qual os elementos estruturais deveriam ser igualmente definidores da fachada, seguindo os ensinamentos da escola de Chicago e a influência de Mies van der Rohe. Sem dúvida que o centro de interesse deste conjunto é o tratamento da fachada da torre, que apesar de não satisfazer a intenção inicial do arquitecto, ou seja, os elementos que a compõem não são estruturais, não deixam de ser concebidos em forma de módulos estabelecendo uma relação directa entre as diferentes faces do volume de forma a criar uma face predominantemente de vidro, e outra mais opaca. Além disso a estratégia concebida por este tratamento modular das fachadas permite enfatizar a altura do edifício, pois perde-se qualquer leitura dos diferentes pisos que constituem a torre.
.

O projecto que se segue, Quinta da Avenida, situa-se mais adiante na Avenida da Boavista em relação ao anterior, e é igualmente constituido por um programa misto, de onde se destacam um edificio de comércio, e na rectaguarda, ao longo da colina um conjunto de moradias em banda. O edificio de comércio é o centro do empreendimento, pelo destaque arquitectónico que o arquitecto lhe atribui, através de uma composição volumétrica invulgar, e pela sua própria localização, de frente para a Avenida da Boavista. Ao invés, as moradias, tem um caracter muito mais anónimo, sendo o seu desenho linear e compacto, fazendo uso da morfologia do terreno de modo a criar volumes de cérceas modestas e tirando partido de zonas de pátios interiores e exteriores.


fotografias by CANSON

2 comentários:

Luis Viegas disse...

A escultura é do Ângelo de Sousa

Luis Viegas disse...

A escultura é do Ângelo de Sousa